Lavoura faz show especial de influências no Jazz B em São Paulo

FLYER-JAZZ-B

O Lavoura se apresenta no dia 30/11 no Jazz B (rua General Jardim, 43), em São Paulo. Neste show, o septeto mostra um repertório especial com influências do grupo, incluindo versões de John Coltrane, Jimmy Smith, Donald Byrd, Cinematic Orchestra, Visioneers, Azymuth, Marcos Valle e Deodato.

Com quatro álbuns lançados, em 12 anos de carreira, o Lavoura se dedica aos hibridismos entre jazz e música eletrônica. “Photosynthesis”, o trabalho mais recente, foi mixado pelo músico e produtor Pipo Pegoraro, com quem já haviam trabalhado no disco anterior, “Nu Steps”. O álbum foi lançado de maneira independente em 2014 e este ano pela netlabel japonesa Bump Foot.

Atualmente, o septeto vem de dedicando a promover o diálogo com outras expressões artísticas e espaços, tendo se apresentado este ano na Made – Mercado, Arte e Design, em galerias de arte e nas ruas, como no projeto Jazz na Escadaria. O Lavoura também lançou seu festival, o Phuture, na Serralheria, no qual recebeu as bandas Mental Abstrato com participação de Tássia Reis, Marcelo Monteiro Sexteto e os VJs Rica Ramos, PPires, os DJs Dudão Melo e Samuel Subcultura.

BIO LAVOURA

Septeto de música eletrônica orgânica que se dedica aos hibridismos entre jazz, música brasileira e latina, o Lavoura é um grupo da nova cena de São Paulo que nasce cosmopolita e urbana, dentro dos movimentos de future beats e aliando o diálogo cinemático entre o som e as artes visuais. Ao mesmo tempo, bebe na estética de mestres como Raul de Souza, Eumir Deodato, Moacir Santos, Hermeto Pascoal, Egberto Gismonti, João Donato, Dom Um Romão e Azymuth.

Em sua nova encarnação, a fusão dos anos 70 retorna como “phusion”, versão mestiça e multicultural como fizeram os pioneiros, mas agora usando máquinas e instrumentos que permitam aderir à cultura do remix, ao hip hop e à eletrônica gueto. Híbrida, essa nova mutação une groves e vanguarda, orientadas pelo jazz.

Ao combinar a pesquisa de som, visual e tecnologia, o Lavoura vem sendo terreno fértil para experimentações envolvendo uma arte eletrônica com características brasileiras e latinas. Fundado em Bauru, em 2003, e radicado em São Paulo desde 2005, o Lavoura é formado por Paulo Pires (bateria), Caleb Mascarenhas (synths), Fernando TRZ (synths, piano elétrico), Fabiano Alcântara (baixo), Junião (percussão), Marcelo Monteiro (sax, flauta) e Daniel Todeschi (VJ).

Confirme presença no evento no facebook:
https://www.facebook.com/events/545469312268482/
Saiba mais e garanta seu ingresso no site do Jazz B:
http://jazzb.net/#s8729

Write a Reply or Comment

Your email address will not be published.