Lavoura apresenta Photosynthesis no Sesc Ribeirão

Lavoura por Gabriel Quintão

O Lavoura se apresenta no dia 10 de agosto no Sesc Ribeirão às 20h30, na área de convivência. O grupo de músicos, produtores e artistas de tecnologia trafega pelos hibridismos entre o future-jazz, música brasileira, afro-latina e oriental, enquanto que visualmente apoia-se em paisagens cinemáticas, na arte contemporânea e na psicodelia digital. Este conjunto de [...]

FLYER-SESC-RIBEIRAO-FINAL

O Lavoura se apresenta no dia 10 de agosto no Sesc Ribeirão às 20h30, na área de convivência.

O grupo de músicos, produtores e artistas de tecnologia trafega pelos hibridismos entre o future-jazz, música brasileira, afro-latina e oriental, enquanto que visualmente apoia-se em paisagens cinemáticas, na arte contemporânea e na psicodelia digital.

Este conjunto de elementos de som e imagem, com projeções mapeadas e cenografia, propicia um ambiente imersivo para o espectador.

Formado em Bauru, em 2003, e radicado em São Paulo, o Lavoura integra uma cena cosmopolita e urbana bebe na estética de mestres como Raul de Souza, Eumir Deodato, Moacir Santos, Hermeto Pascoal, Egberto Gismonti, João Donato, Dom Um Romão e Azymuth.

Em sua nova encarnação, a fusão dos anos 70 retorna como “phusion”, versão mestiça e multicultural como fizeram os pioneiros, mas agora integrada à cultura do remix, ao hip hop e à eletrônica gueto. Híbrida, essa nova mutação une groves e vanguarda, orientadas pelo jazz.

Após Photosynthesis, lançado em 2014, o grupo começa a preparar o sucessor do disco, com participações especiais de convidados, músicos e artistas visuais, em processo que resultará no quinto álbum do grupo.

“Dentro da filosofia das colaborações, soltaremos singles e EPs do Lavoura e de outros projetos e formações diferentes. Estamos desenvolvendo experiências de gravações em diferentes estúdios, no Casa Azul e Pipa, em São Paulo, e no Timbrão, em São Carlos. O primeiro single será “MM Moods”, tema do Marcelo Monteiro,” afirma o grupo.

Mais informações no site do sesc:
http://www.sescsp.org.br/programacao/100943_LAVOURA+PHOTOSYNTHESIS

Noneto de eletrônica híbrida, Lavoura promove diálogo entre arte e tecnologia

Lavoura em foto de Gabriel Quintão

Formado em Bauru, em 2003, e radicado em São Paulo desde 2005, o Lavoura alia vanguarda, grooves e a interação cinemática entre sons e imagens. Atualmente, o grupo se apresenta como um noneto, com dois artistas visuais. Desde 2014, com o lançamento de Photosynthesis, o grupo vem de dedicando a levar sua música para palcos não convencionais, como [...]

Formado em Bauru, em 2003, e radicado em São Paulo desde 2005, o Lavoura alia vanguarda, grooves e a interação cinemática entre sons e imagens. Atualmente, o grupo se apresenta como um noneto, com dois artistas visuais.

Desde 2014, com o lançamento de Photosynthesis, o grupo vem de dedicando a levar sua música para palcos não convencionais, como galerias de arte, museus e ruas.
O grupo também busca promover o diálogo com outras expressões artísticas, realizando uma série de colaborações com artistas de distintas áreas e também na área de educação, ministrando oficinas que visam promover a autonomia e a liberdade artística.
Photosynthesis foi mixado pelo compositor, músico e produtor Pipo Pegoraro, com quem o Lavoura já havia trabalhado no disco anterior, Nu Steps. O quarto álbum saiu de maneira independente em 2014 e posteriormente pela netlabel japonesa Bump Foot, em 2015, sob licença Creative Commons.
Photosynthesis também é o nome da instalação/espetáculo audiovisual com projeção mapeada concebida coletivamente pelo grupo ao lado do artista visual venezuelano Carlos Pedreañez e de Daniel Todeschi. O cenário, que remete ao neoconcretismo, é do arquiteto e cenógrafo Flávio Lima.
O conceito da síntese solar também inspira o Photosynt, sintetizador reativo à luz desenvolvido por Caleb Mascarenhas com projeto de Paulo Pires, com impressão em 3D.
O noneto de eletrônica híbrida é formado por Paulo Pires (bateria), Caleb Mascarenhas (synths), Fernando TRZ (synths, piano elétrico), Fabiano Alcântara (baixo), Junião (percussão), Marcelo Monteiro (sax, flauta), Thiago Duar (guitarra e programações), Daniel Todeschi (VJ) e Carlos Pedreañez (VJ).
english version
Lavoura is a São Paulo, Brasil, group dedicated to the hybridisms between brazilian jazz and eletronic music.
The new electronic jazz scene from São Paulo is born cosmopolitan and urban, inside future beats wave and along with the cinematic dialogue between the sound and the visual arts. At the same time, the movement drinks aesthetics of masters such as Raul de Souza, Eumir Deodato, Moacir Santos, Hermeto Pascoal, Egberto Gismonti, João Donato, Dom Um Romão and Azymuth.
In its new incarnation, the fusion of the 70s returns as phusion also mixed version and multicultural as did the pioneers, but by enabling machines and instruments to join the remix culture, hip hop and electronic ghetto. Hybrid, this new mutation mix groove and avant-garde jazz oriented.
Again, the jazz in it’s permanent rebellion, shows abilities to adapt, receive and give influence. And more important brings the soul, mind and body with equal power in an indivisible whole.
By combining the research of sound, visuals and technology, Lavoura becomes ground for an electronic art with Brazilian and Latin characteristics.

Audio Hack: Oficina de Construção de Synths

audiohack

Caleb integrante do Lavoura e do coletivo A Factory Tranzmidias apresenta a performance “Objetos Sonoros Intrigantes” e oficina Audio Hack no Sesc Belenzinho Hoje começa a Oficina Audio Hack no Hack Lab do Sesc Belenzinho que será ministrada por Caleb Mascarenhas integrante do Lavoura e do coletivo A Factory Tranzmidias. A Oficina tem como objetivo [...]

audiohackCaleb integrante do Lavoura e do coletivo A Factory Tranzmidias apresenta a performance “Objetos Sonoros Intrigantes” e oficina Audio Hack no Sesc Belenzinho

Hoje começa a Oficina Audio Hack no Hack Lab do Sesc Belenzinho que será ministrada por Caleb Mascarenhas integrante do Lavoura e do coletivo A Factory Tranzmidias. A Oficina tem como objetivo construir sintetizadores de som que estão disponíveis na internet. Na abertura vai acontecer a performance “Objetos Sonoros Intrigantes” onde Caleb vai tocar uma série de objetos sonoros construidos a partir destes projetos.

Durante a oficina os participantes vão construir instrumentos musicais eletronicos, conhecer os principios básicos de síntese sonora, hardware livre, creative commons, hacking e circuit bending.

Assista ao video dos Objetos Sonoros Intrigantes ao vivo no Tranzmidias.

Serviço:
AUDIO HACK: Oficina de Construção de Sintetizadores
Sesc Belenzinho

Construção de instrumentos eletrônicos simples a partir de diversos projetos “faça você mesmo” disponíveis na Internet. Introdução ao universo da síntese sonora, computação física, circuit bending e hardware livre. Orientação: Caleb Mascarenhas. Duração: 5 encontros. Acima de 16 anos. 20 vagas. Internet Livre. Inscrições pessoalmente dia 2/09 a partir das 14h, na Central de Atendimento. Vagas remanescentes: inscrições a partir do dia 3/09, no local e também pelo e-mail cursos@belenzinho.sescsp.org.br [sujeito à confirmação].

09 à 26 de Setembro de 2011
Quartas e Sextas das 19:00 às 21:30hs

Livecoding no TDC 2011 e oficina Processing no SESCs Carmo e Catanduva

Screen-shot-2012-02-25-at-11.09.06-PM

O integrante do grupo Lavoura apresenta-se no próximo domingo em um grande evento de tecnologia da informação, o The Developers Conference 2011 fazendo uma performance de livecoding com a ferramenta Supercollider. Nesta mini performance será apresentado o aplicativo e linguagem de programação SuperCollider, uma ferramenta para sintese sonora, processamento de audio digital, sequenciamento, música algoritimica, [...]

 The Developers Conference 2011, um evento organizado pela Globalcode

O integrante do grupo Lavoura apresenta-se no próximo domingo em um grande evento de tecnologia da informação, o The Developers Conference 2011 fazendo uma performance de livecoding com a ferramenta Supercollider.

Nesta mini performance será apresentado o aplicativo e linguagem de programação SuperCollider, uma ferramenta para sintese sonora, processamento de audio digital, sequenciamento, música algoritimica, live coding, espacialização e muito mais.

SuperCollider é considerado hoje uma das ferramentas opensource no estado da arte em processamento de audio digital.

acesse aqui  o site do TDC 2011 e a programação da Trilha Arduino:

http://www.thedevelopersconference.com.br/tdc/2011/saopaulo/trilha-arduino#programacao

Ainda nesta semana Caleb ministra a Oficina de Programação Visual com Processing no Sesc Catanduva nos dias 07 e 08 das 13 às 17hs. A oficina Processing também acontecerá no Sesc CArmo em São Paulo nos dias 11 à 15 das 13 às 16hs. Mais informações em: http://oficinaprocessing.blogspot.com .